Área do Integrador

NotíciasComo personalizar projetos de iluminação de led em apartamentos pequenos?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Fuja da simplicidade e aprenda a tornar seus projetos de apartamentos pequenos muito mais confortáveis com a iluminação de LED.

Quem disse que um apartamento menor é sinônimo de imóvel pouco personalizado?

O tempo em que as antigas quitinetes eram espaços funcionais, voltados somente para poucas atividades caseiras, está superado!

Hoje, os apartamentos compactos são uma tendência crescente no cenário imobiliário brasileiro. Voltados para consumidores com estilo de vida urbano, estes imóveis são planejados para múltiplas atividades em um só espaço.

Grande parte destes lançamentos de rooms de alto padrão já possuem sofisticada arquitetura na instalação de sistemas residenciais, contemplando iluminação de LED sustentável e diversificada.

Entretanto, existe um vasto segmento de casas e apartamentos pequenos antigos com grande potencial para projetos luminotécnicos com este recurso.

Nesta postagem, mostraremos porque utilizar a iluminação de LED nestes espaços, priorizando economia e qualidade de instalação.

Vale a pena investir na iluminação de LED em pequenos projetos?
Investimento e Limitações em um Projeto de Iluminação de LED

Sem dúvidas, a preocupação principal de nossos integradores e clientes está no ROI, o retorno sobre investimento da iluminação de LED.

O custo da iluminação de LED nos dias de hoje, torna esta solução economicamente viável para projetos com budget reduzido?

A iluminação de LED, de fato, consome cerca de 70% menos energia que suas concorrentes fluorescentes, halógenas e incandescentes.

Entretanto, o consumo das lâmpadas de diodos ainda tem um custo de entrada alto em comparação aos luminosos fluorescentes.

É o que aponta uma pesquisa feita pela Proteste, associação brasileira de defesa do consumidor.

A entidade simulou o gasto de um cômodo de 15 m², iluminado oito horas por dia, com uma tarifa de R$ 0,84 kWh estimando o período de 25000 horas.

Os pesquisadores concluíram que a economia total em um prazo de 8,5 anos seria de apenas R$ 0,50. Embora o custo do consumo de energia fosse R$ 51,09 mais barato que uma opção fluorescente, ainda teríamos uma economia baixa.

Entretanto, a economia total de seu sistema de LED será muito mais eficiente um recurso de controle de luz: a dimerização.

O fluxo luminoso através de variação na corrente contínua ou na modulação por largura de pulso na corrente nominal (PWC). Com variação nas frequências, o LED se tornará completamente controlável!

Além disso, destacamos que a iluminação de LED fornece atributos únicos para customização de seus pequenos projetos.

  • Durabilidade de até 12 anos;
  • Operação em baixa voltagem, segura ao instalador;
  • Variação e ajuste da temperatura de cor;
  • Iluminação livre de raios ultravioletas.

Em projetos de pequenas dimensões, cujo número de pontos de luz é reduzido este investimento vale a pena!

Portanto, aposte em LED dimerizáveis com qualidade comprovada pelo INMETRO, garantindo retorno de investimento em longo prazo.

Como escolher luminárias apropriadas para a iluminação de LED?
Escolha o formato de luminária apropriada ao fluxo luminoso de sua iluminação de LED

Para o sucesso de seu projeto, é preciso que as lâmpadas de LED distribuam eficientemente a iluminação no espaço planejado.

A escolha de luminárias é uma técnica muito além do design preferido pelos clientes. Suas prioridades estão em trazer o conforto visual aliado à eficiência energética da residência.

No artigo anterior, vimos que a avaliação do fluxo luminoso e o grau de angulação são essenciais para decidir o melhor tipo de lâmpada.

Para luminárias, esta seleção é feita com base na curva de distribuição de luz.

Curva de Distribuição de Iluminação de LED varia com a luminária escolhida

Esse método, avalia como o conjunto luminária-lâmpada faz a dispersão de luz no ambiente. Representado em gráficos, ele demonstra como a intensidade e o modelo de luminária influenciam na distribuição luminosa de cada lâmpada.

Hoje, a iluminação de LED possui vários formatos adaptáveis aos mais diversos tipos de desafios.

Contudo, aconselhamos a definir luminárias tendo em conta os objetivos do cliente para cada ambiente. Primeiro, considere o tipo de iluminação usada:

  • Iluminação de Superfície
  • Iluminação de Laterais
  • Iluminação de Detalhe

A iluminação de superfícies é um excelente recurso para distribuição do fluxo luminoso, reduzindo a necessidade de vários pontos de luz.

Manipulando a reflectância de paredes e tetos, por exemplo, é possível criar um ambiente visualmente agradável, livre de ofuscamentos e sombras.

Estruturas como plafons, lustres e embutidos de luz difusa são ideais para iluminação geral. Estes equipamentos serão usados tanto com luminosidade direta ou indireta, sempre respeitando a uniformidade.

Se você quer trazer uma impressão de espaço maior para o apartamento, utilize a iluminação lateral dos cômodos. Downlights, arandelas e trilhos de LED podem iluminar múltiplas paredes, aumentando o nível de luz.

Por fim, se a meta é destacar objetos específicos, não tenha medo da iluminação de detalhe! Utilize spots dicroicos e abajures com LEDs de bulbo para focalizar diretamente mesas e bancadas.

Como preparar a decoração do imóvel para iluminação?
Textura Azul Para Ambientes Movimentados

Além das luminárias, seu projeto luminotécnico deve estar alinhado à decoração, para que tenha beleza e eficiência.

Sobretudo em apartamentos menores, a harmonia de luz com acabamentos e pintura permite fantásticas combinações e evita erros cometidos nos projetos.

O gesso é um dos materiais mais popularizados com a iluminação de LED atualmente, pela sua maleabilidade.

No entanto, a instalação de forros e sancas também tem suas boas práticas!

Sanca Aberta e Sanca Fechada

A iluminação precisa manter, no mínimo, 20 centímetros de pé-direito para uma instalação segura. É essencial que estes parâmetros sejam pré-estabelecidos, em acordo com os profissionais envolvidos na obra.

Falemos agora das sancas, as junções de gesso entre paredes e tetos de residência.

As sancas abertas são mais flexíveis em relação ao modelo de lâmpadas, já que muitos projetos aproveitam a iluminação indireta com reflexo de forro.

Por outro lado, as sancas fechadas se limitam a iluminação direcionada, baseada em spots e trilhas de LED.

Outro item essencial é observar a coloração apropriada para cada ambiente.

A pintura utilizada nas paredes segue regra parecida, em relação a temperatura de cor da iluminação. As cores claras trazem reflectância, tornando o espaço maior, enquanto às mais escuras absorvem, trazendo a percepção de fechamento.

Estas combinações precisam respeitar a função de cada cômodo dentro de uma residência, sua ocupação e movimentação cotidiana.

As colorações consideradas “frias” – com tendência ao azul – são ideais para áreas de mobilidade, especialmente em cozinhas e banheiros.

Em oposição, a iluminação “quente” – com coloração amarela – são indicadas aos ambientes de repouso, como salas e quartos.

Se o projeto luminotécnico contempla um espaço que permite poucas alterações de iluminação, este é mais um motivo para apostar nos diodos.

A iluminação de LED oferece capacidade de mudança de cores em um mesmo equipamento. Basta integrá-la em um sistema inteligente, para habilitar esta funcionalidade.

Chegou a hora de apostar na iluminação de LED inteligente!
A dimerização automatizada agrega mais valor em seu pitch de vendas

A melhor maneira de tornar a iluminação de LED sustentável, é tornando seu projeto luminotécnico inteligente.

E a resposta para isso está na instalação de sistemas de automação residencial.

A utilização de sistemas domóticos proporciona gerenciamento total de iluminação em casas e apartamentos. Principalmente, pela dimerização integrada aos LED, como apontamos nos tópicos passados.

O controle de luz inteligente é bastante preciso, pois seus dispositivos de automação funcionam de forma coordenada. Através de sensores sensíveis à iluminação ambiente integrado à atuadores, uma smart home reage autonomamente no controle de frequência do LED.

Com a instalação, o usuário não precisa se preocupar com o desperdício. Ao sinal de mudança de insolação incidindo sobre o imóvel, a casa estará pronta para o desligamento.

Habilitando este recurso, seus projetos luminotécnicos serão muito mais valorizados em seu discurso de vendas.

E sua proposta de valor ao cliente será mais interessante, caso você apresente os benefícios de um projeto integrado de automação.

Por meio de uma sistema completo, você agregará o comando de climatização e persianas motorizadas ao apartamento, garantindo mais retorno financeiro ao seu serviço.

Principalmente, apresentando uma solução econômica, versátil e prática de automação wireless.

Diferente dos sistemas cabeados, a automação sem fio é planejada para tornar seu trabalho de instalação mais simples e fácil de configurar. Operando por uma central de automação, estas soluções exigem apenas a conexão wi-fi para começar!

  • Custo estimado em 1% do orçamento de uma nova obra;
  • Instalação plug and play, sem necessidade de gasto com reformas;
  • Aplicativos pré-configurados, com alta usabilidade e agendamento de cenas;

Então, que tal investir hoje mesmo este serviço? Saiba mais sobre os benefícios da automação sem fio clicando aqui.

Conclusão
Integre seus plafons de iluminação de LED com dimerização para maior economia

Sem dúvidas, a tecnologia de LED é um investimento de longo prazo que se justifica em projetos luminotécnicos de diversas dimensões.

Especialmente em residências menores, seus projetos ganham muito mais flexibilidade e valor de durabilidade para o cliente final.

Como foi comprovado, a iluminação de LED é a forma mais sustentável de substituição das luminárias incandescentes, por emitir luz própria . A despeito de seu alto custo de entrada, a tendência de redução de preço com sua popularização é evidente.

Agora, o mercado nacional possui normas rígidas para comercialização de LED, o que retirará produtos de baixa qualidade e pouca garantia ao comprador.

Sem dúvidas, este cenário trará mais confiança para o investimento nestas lâmpadas, similar a confiabilidade presente no segmento de fluorescentes.

Em curto prazo, ressaltamos a importância de vender estes equipamentos integrados aos sistemas de automação residencial. A dimerização inteligente é crucial para o melhor aproveitamento da iluminação de LED.

Quer saber mais dicas sobre iluminação? Cadastre-se em nosso newsletter e receba noticias sobre o mundo da automação direto em seu e-mail.



Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Empresa Beneficiada pela Lei de Informática nº 8248/91

r.ramos