Área do Integrador

Automação Residencial: 4 motivos para investir nesse negócio

Projetos de automação residencial têm ocupado cada vez mais espaço no mercado. Isso porque as pessoas vêm percebendo que essa tecnologia não é algo mais dedicado exclusivamente a casas ou condomínios de luxo, além do que também não é mais necessária uma interferência significativa nos sistemas originais de engenharia e elétrica, por exemplo. Nesse sentido, a pergunta que deve ser feita é: por que investir em automação residencial?

Abaixo, listamos 4 motivos. Confira:

1.   Crescimento constante do mercado

Segundo a Aureside– Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial -, o mercado global de automação residencial  teve um valor estimado de R$5,77 bilhões em 2014, R$4,41 bilhões em 2013 e deve chegar a R$12,81 bilhões em 2020. O mercado está projetado para crescer a uma taxa composta de crescimento anual de 11,36% entre 2014 e 2020. 

Sendo assim, enquanto alguns mercados estão vivenciando um momento de retração, a tendência da Domótica – tecnologia de automação de sistemas residenciais – é de expandir-se ao longo do tempo.

crescimento-do-mercado-de-automação-residencial

Mas, afinal, o que explica esse crescimento?

As pessoas têm buscado cada vez mais conforto, comodidade, praticidade e, principalmente, segurança, de modo que possuir o controle da residência em um aplicativo de celular, por exemplo, é uma ideia bastante atraente.

 Além disso, os preços se tornaram mais acessíveis, sendo que a realidade da automação não é algo restrito a pessoas que buscam, sobretudo, por luxo e sofisticação.

 Leia nosso artigo que esclarece alguns mitos sobre automação residencial.

2.    Instalação e integração facilitados

 Antigamente, para que fosse possível a instalação de um sistema de automação, a única possibilidade era realizando alterações significativas no projeto original de engenharia e elétrica, tendo em vista a necessidade de cabeamento para que que os aparelhos respondessem aos dados gerados pela captação de sensores ambientes.

 Dessa forma, desenvolveu-se a automação wireless, mais flexível e que demanda impactos mínimos, como pequenas alterações nas caixas de interruptores, por exemplo. Além disso, soluções sem fio são em sua maioria descentralizadas em processamento e possuem aplicativos pré-fabricados.

 Diante disso, esse tipo de automação favorece a proposta de serviço, uma vez que torna a instalação mais rápida e barata ao cliente final e, como o produto é mais fácil de instalar, tem maior usabilidade e aceitação no mercado. Ainda, os gastos com infraestrutura são mínimos.

Confira em nosso blog o artigo ‘’Por que a automação sem fio é ideal para se tornar um integrador?

 É válido ressaltar, no entanto, que para a automação ser eficiente, independentemente do modelo escolhido, deve haver uma boa rede Wi-fi instalada.

Com a automação sem fio, portanto, é possível atender às mais diversas demandas de projetos, tanto residenciais quanto comerciais.

instalação-automação-residencial

3.   Eficiência Energética

 O ar-condicionado é um dos aparelhos que mais consome energia, o que não é segredo para ninguém. Sendo assim, o usuário de automação residencial consegue controlar remotamente qualquer aparelho, bastando o acesso à internet.

Por um excelente custo-benefício e sem a necessidade de implementação de obras, o consumidor é capaz de obter um sistema de gerenciamento inteligente de energia. Por meio de periféricos integrados aos aparelhos, toda a iluminação, áudio e vídeo e cortinas motorizadas se tornarão hábeis ao consumo sustentável. 

 Dessa forma, os sistemas de automação sem fio se tornam um negócio interessante para integradores e clientes finais. 

economia-de-energia-automação-residencial

 4.   Aplicabilidade em nichos diversos

O sistema de automação não é dedicado exclusivamente a imóveis residenciais, havendo diversos nichos de aplicação, como, por exemplo, escritórios e ambientes de trabalho fechados em geral, hotéis e pousadas, prédios e repartições públicas. Isso porque são amplas as possibilidades de utilização, já que a tecnologia pode englobar climatização, áudio e vídeo, iluminação e segurança.

Confira em nosso blog como funciona a automação residencial na prática.

projeto-automacão-residencial

Dessa forma, a automação residencial se encaixa em diversos tipos de projetos, dos mais simples aos mais complexos, o que é uma característica bastante vantajosa para o mercado.

Conforme exposto, portanto, razões não faltam para investir em automação residencial, principalmente diante do crescimento do mercado global e dos benefícios que esse tipo de tecnologia pode acarretar não somente a ambientes residenciais, como comerciais também.

Gostou do artigo? Aproveite para baixar o nosso e-book Automacão Residencial e Gestão de Vendas: o Guia Completo!

Empresa Beneficiada pela Lei de Informática nº 8248/91
Nossa Politica é : “Fornecer produtos que satisfaçam os requisitos dos clientes e do sistema de gestão da qualidade comprometidos com a sua melhoria contínua”.