Área do Integrador

Como personalizar projetos de automação de áudio e vídeo?

Construir projetos de automação de áudio e vídeo customizados é um grande desafio ao integrador. Saiba nesta postagem como torna-los muito mais atrativos!

Automação de áudio e vídeo vai muito além dos tradicionais home theaters

A automação de áudio e vídeo é um dos principais serviços recomendados por integradores de sistemas. O controle de eletrodomésticos através de smartphones sempre é ressaltada pelo vendedor da automação como sinônimo de conforto e praticidade. Tanto que, de acordo com a Aureside, os serviços de instalação de home theater representam 63,1% da demanda dos profissionais.

Atualmente, o desenvolvimento de casas inteligentes se tornou muito mais fácil com a evolução dos dispositivos de automação. Principalmente com a incorporação de controle de cargas por infravermelho (IR) e o registro de endereçamento de múltiplas interfaces. Associados à sistemas com performance de dados cada vez maior, a capacidade de gerenciamento dos aparelhos está muito mais eficiente.

Contudo, a automação de áudio e vídeo é um desafio aos integradores, visto que a tecnologia sempre evolui. Com isto, a necessidade de criar casas automatizadas altamente personalizados, muito além do projeto de home theater, é exigida diariamente. Como deixar a instalação da automação com a “cara” do usuário e evitar reclamações futuras sobre o projeto?

Nesta postagem, esclarecermos como tornar seu projeto mais eficiente, focada em usabilidade, customização e sustentabilidade.

Utilize soluções com emissores e módulos IR

A utilização de dispositivos de acionamento através de infravermelho (IR) é primordial para redução de custo do projeto. A instalação do projeto de home theater e demais equipamentos é feita através de micromódulos e emissores cabeados. Denominados como “olhos” estes pequenos LEDs são conectados aos aparelhos em geral, para emissão de sinal para centrais da automação.


Ainda, estes emissores podem ser dois tipos

  • Emissores blaster: com alta frequência, comandam múltiplos aparelhos.
  • Emissores de baixa potência: permitem o controle único de um equipamento.

Todo o funcionamento da automação de áudio e vídeo se mantém centralizado, graças aos microcontroladores ou módulos. Estes dispositivos são responsáveis pelo armazenamento dos códigos de cada equipamento e integrá-los a apenas uma única central. Desta forma, diga adeus a necessidade de múltiplos controles remotos! Todos os comandos ficarão a cargo do aplicativo da automação, disponível em mobile.

A instalação se torna ainda mais barata com a utilização de sistemas wireless, por uma série de fatores. Primeiro, devido à flexibilidade oferecida pelas centrais de automação residencial plug n’ play. O usuário do sistema pode eliminar totalmente os custos com a estrutura da casa. Em segundo lugar, pela capacidade de gerenciamento da energia em dispositivos e equipamentos. As melhores soluções possibilitam administrar o status de bateria de dispositivos e ajustar cenas que desligam todo sistema (master off).

Quer saber mais sobre o guia IR? Baixe o Guia Completo do Código IR para Automação de Home Theaters.

 BAIXE O GUIA COMPLETO DO CÓDIGO IR PARA AUTOMAÇÃO DE HOME THEATERS

PARA TER INFORMAÇÕES APROFUNDADAS SOBRE ESSE CONTEÚDO. 
Preste atenção a interoperabilidade de sua solução

Quando definir o sistema ideal para utilizar no projeto, é preciso observar quão “conectável” ele realmente é. Isto será determinante no projeto de instalação do home theater, pois definirá a variedade de equipamentos a serem conectados a automação.

Portanto, preste atenção aos protocolos de automação disponibilizados pelo fabricante!

Nem sempre, o sistema que possui mais protocolos será o ideal. Em países, com mercados de mais consolidados – a automação é centralizada na utilização de hubs e gateways – isto é essencial. Os fabricantes preferem investir em ecossistemas de marca, desenvolvendo soluções compatíveis com diversos produtos. Além disso, existe um vasto setor de empresas menores e startups que desenvolvem equipamentos complementares aos sistemas das “grandes marcas”.

No mercado brasileiro, cujo acesso aos equipamentos de home theater e eletrônicos é substancialmente menor, a importância deste fator aumenta. Por exemplo, se estiver desenvolvendo um projeto restrito a poucos subsistemas. Neste caso, a automação de áudio e vídeo precisa de maior flexibilidade para entrada de novos eletrônicos, pensando em longo prazos.

Portanto, são as necessidades dos usuários que determinarão a complexidade do projeto e, consequentemente, o nível de interoperabilidade da solução. No caso de situações, restritas a automação de áudio e vídeo, cabe avaliar alguns postos-chaves:

  • Número de equipamentos conectados ao sistema de automação;
  • Quais interfaces serão utilizadas pelo cliente
  • Interesse do usuário em eficiência energética.

Por fim, outro aspecto relevante na decisão de escolha de uma solução de protocolos mais fechada ou aberta será o suporte e o custo de manutenção de dispositivos.

Desenvolva interfaces fáceis ao usuário da automação

O desenvolvimento de aplicativos para automação de áudio e vídeo é essencial para o sucesso da instalação. Junto à tecnologia infravermelho, este processo centraliza o comando de equipamentos e reduz a necessidade de múltiplos controles remotos para eletrônicos, ar-condicionado e iluminação.

Lembre-se: o usuário também está no centro do projeto de automação residencial. O desenvolvimento de interfaces inteligentes precisa levar com conta o perfil das pessoas que utilizam a casa automatizada. Cada indivíduo terá prioridades e dificuldades pessoais, que determinarão o aproveitamento dos recursos da automação.

Em outra mão, certos usuários precisam de uma abordagem focada em acessibilidade. Nem todo os projetos precisam contar com agora tradicionais aparelhos touchscreen (tablets e smartphones).

Hoje, o uso de assistentes de voz permite autonomia total do usuário, associação com serviços e entretenimento. Para a automação de áudio e vídeo, os speakers são excelentes interfaces para interação de comando em instalações de multi-room. Basta direcionar a ordem ao assistente pessoal do aparelho e comandar os aparelhos residências de forma conjunta ou individual.

No entanto, estas interfaces ainda não chegaram no Brasil oficialmente, o que encarece seu uso. Independente da interface escolhida, saiba, primeiramente, enquadrar suas escolhas mediante o orçamento inicial estabelecido pelo cliente.

Diversos erros nesta fase da instalação da automação poderiam ser evitados, caso os integradores elaborassem um bom processo de mapeamento. Além do monitoramento do consumo energético total e periódico, entrevistas com o usuário precisam ser feitas. É necessário explorar suas dúvidas e avaliar seu conhecimento sobre o assunto, para então esboçar como será sua interação com os equipamentos de áudio e vídeo.

Fique atento às novas tecnologias de áudio e vídeo
O padrão 4K será a nova tendência em imagem para a tecnologia de automação de áudio e vídeo

Novos lançamentos de equipamentos são um dos maiores atrativos para os consumidores de tecnologia de áudio e vídeo. O mais recente lançamento é sem dúvida, o padrão de imagem em 4K. Os dispositivos com esta tecnologia – também denominada Ultra High Definition (UHD) – fornecem resoluções próximas a 4000 (horizontal) x 2000 pixels verticais, o que torna a qualidade altíssima.

Contudo, a utilização ainda é limitada, já que a transmissão 4K em TV aberta e fechada não tem banda regulamentada no país. A produção de equipamentos de Blu-Ray 4K também não ocorre, o que encarece o preço final de aquisição. Entretanto, serviços de streaming como o Netflix, Youtube e consoles de videogames já utilizam resoluções como a 4K HDR.

O integrador também deve observar novas tecnologias desenvolvidas pela indústria, simultâneo aos padrões UHD, especialmente OLED e QLED. A principal diferença em relação aos atuais televisores LED/LCD está na utilização de backlights, módulos de LED com iluminação inferior aos pixels. Estes televisores oferecem ótimo contraste em comparação com os 4K.

O projeto de automação também precisa de recursos consistente de áudio adaptado ao espaço físico do usuário. Novas tendências, como a sonorização multiambientes (multi-room), oferecem novas possibilidades a automação de áudio e vídeo. O projeto de casa automatizada permite a distribuição do som por todo espaço físico da residência.

E não necessariamente os equipamentos mais caros vão proporcionar o melhor desempenho! Sistemas compactos – os chamados bookshelves – podem ser tão eficientes quanto aqueles com caixas grandes (torres). Cabe também verificar a compatibilidade dos equipamentos com sistemas de automação e adaptação as preferências do usuário final.

Portanto, adquira amplo conhecimento de desempenho de aparelhos de marcas de subwoofers, receivers e caixas para melhor composição de seu projeto. Os produtos para home theater estão com preço cada vez menor graças a popularização do seu uso.

Conclusão
Utilize automação de áudio e vídeo com produtos Neocontrol

A instalação de automação áudio e vídeo em residências será um serviço crescente para os integradores nos próximos anos. Antes limitados aos simples comandos por smartphones, hoje podemos inseri-los em um contexto mais amplo, graças ao conceito de integração. Nele, os subsistemas de entretenimento em áudio e vídeo se tonam apenas um dos pilares da automação. Através do comando de cenas, todo o ambiente da casa – incluindo iluminação e climatização – podem ser configurados para o aproveitamento do usuário.

No entanto, a consolidação do mercado virá com a produção de sistemas realmente inteligentes e fáceis de utilizar. De nada adiantará ao integrador se prender a sistemas monolíticos, reclusos a produtos da mesma marca e contrário às expansões futuras. Somente sistemas flexíveis, que promovam a eficiência energética e o controle do cliente terão condições de convencimento neste cenário.

A Neocontrol, empresa de soluções em automação residencial, desenvolve sistemas que adequam perfeitamente a capacidade de integração inteligente de residências. Nossos sistemas trabalham com os cinco pilares de automação (iluminação, ar-condicionado, segurança, motores de cortinas e áudio e vídeo). Além disto, nossos produtos utilizam Rádio Tecnologia Neocontrol (RTN) e Somfy (RTS), líder mundial em motores tubulares. Desta forma, o integrador tem opção de customizar projetos de qualquer complexidade, oferecendo maior conectividade e economia de gastos ao consumidor.

Gostou desta postagem? Compartilhe e assine nosso newsletter para receber nossas notícias direto em seu e-mail!



Empresa Beneficiada pela Lei de Informática nº 8248/91
Nossa Politica é : “Fornecer produtos que satisfaçam os requisitos dos clientes e do sistema de gestão da qualidade comprometidos com a sua melhoria contínua”.

Já vai? Aproveite para baixar gratuitamente o nosso Guia Completo de Automação Residencial e Gestão de Vendas!

Preencha e baixe agora mesmo.