Área do Integrador

Como melhorar a segurança residencial com automação

Saiba como dispositivos de segurança residencial se integram aos sistemas de automação

A segurança residencial é uma preocupação constante dos moradores das grandes cidades brasileiras. Devido aos crescentes índices de arrombamentos de casas e condomínios, os gastos com dispositivos de segurança – em especial alarmes e circuitos de câmera fechado (CFTV) – se elevam a cada dia.

O que maioria destes consumidores não sabem, é que estes equipamentos são totalmente integrados a sistemas de automação residencial, com a vantagem da redução de custos de operação e instalação. Em outra mão, os integradores pecam por não se atentarem a um mercado com grande potencial comprovado e alta disposição ao consumo de sistemas de segurança de valor agregado.

O mercado de segurança residencial hoje conta com cerca de 30 mil integradores no setor. Soma-se ainda a estimativa de que o mercado de sistemas de segurança cresce a 10% ao ano, movendo quase 4,6 bilhões de reais por ano, mesmo com a retração de diversos setores da economia no mesmo período.

Apesar da alta concorrência, os integradores podem ficar otimistas quanto a entrada no setor. As empresas de automação residencial mais completas do mercado oferecem soluções em Domótica que trabalham todos os princípios de automação – dimerização de iluminação, controle de cargas em aparelhos de ar condicionado, áudio e vídeo, acionamento de tubulares de cortinas e dispositivos de segurança.

Como estes sistemas podem apresentar uma proposta de sua solução de alto valor para consumidores finais? Leia mais abaixo.

1. Simulação de presença por comando de cenas

Uma das características mais ressaltadas da automação residencial está na capacidade de comando através de aplicativos – o controle remoto de cargas de energia em aparelhos de casa e dimerização de iluminação em conjuntos pré-determinados – denominados de cenas de automação.

Originalmente, as cenas permitem comandos de diversas aplicações que costumam ser destacadas como atrativo na apresentação das linhas de produtos de automação para consumidores. Em especial, o acionamento de cargas em home theater, ar-condicionados e redução de consumo com dimerização de LEDs.

Afinal, quem não gostaria da comodidade de ligar aparelhos por meio de seu dispositivo móvel?

A principal vantagem desta utilidade está na simulação de presença, uma aplicação útil que vai muito além da configuração individual de aparelhos e que pode – e deve! –, ser utilizado como um diferencial de venda direta ao consumidor

O uso das cenas em segurança residencial é feito de duas formas:

  • Dimerização de iluminação– o gerenciamento de cargas de energia permite o acendimento automático e controle de cargas em consonância com a ausência ou presença de iluminação natural. Em relação a segurança, este recurso pode ser utilizado para criar simulação através do acionamento e desligamento de cenas, de forma agendada ou automática.
  • Sensores de segurança– estes dispositivos permitem a detecção de atividades no espaço interno da casa ou entradas e saídas de residências (portas, janelas, basculantes e portões). Ainda, existem sistemas permitem o acionamento de alarmes, sirenes e monitoramento simultâneo por aplicativos e atuadores.
Funcionamento

Os sistemas de automação em rede distribuída – que necessitam de infraestrutura de cabeamentos ou wireless – funcionam por módulos com relés que permitem o acionamento, desligamento e configuração de periféricos. Esta instalação habilita o ajuste de cenários através de atuadores e interfaces sensoras (ligadas aos aparelhos sensores). De forma similar, a dimerização de iluminação utiliza arquiteturais para a ativação e combinação de luzes.

Por exemplo, esta é a estrutura do Module.

O sistema Module possui módulos para automação completa e segurança residencial através do Module Switch

Com a instalação do projeto e configuração de interfaces pelo integrador, o consumidor da solução está apto ao controle de quaisquer dispositivos através de acionadores e aplicativos móveis, pareados por meio de tecnologia QR.

As soluções em automação residencial Neocontrol – Module e Minibox wi-fi – possuem interfaces para smartphones, tablets, smart tvs, Apple Watch, computadores e Amazon Echo. Com os aplicativos, a simulação pode ser feita através de agendamento de tarefas, cenas master on e off e comandos individuais configuráveis através de operação remota nativa.

2. Câmeras e outros dispositivos

Item de integração mais comum de segurança residencial, as câmeras são quase unanimidade para os consumidores no monitoramento de áreas externas e entradas de prédios e um dos produtos mais valorizados e conhecidos por clientes finais.

Os sistemas de automação mais complexos integram-nas facilmente as suas redes, junto a outros produtos específicos para segurança por meio de pulsadores específicos com saídas para interfaces de acesso e leitores de biometria que executam o trancamento de portas de casa.

O Module Compact é um exemplo de rede wireless que permite a integração de câmeras de segurança sem fio ao seu sistema por meio de infravermelho (IR). Este sistema é bastante flexível e prático ao integrador de automação, por conta de sua central plug and play que possui até 8 saídas IR para comando de equipamentos e até 32 endereços para cadastramento de cenas.

Desta forma, o integrador consegue ofertar uma alternativa capaz de centralizar as funcionalidades da casa em um só sistema de automação. Além disso, a preferência por automação sem fio não apenas reduz consideravelmente o custo, como economiza tempo de instalação em relação as opções de rede cabeada.

3. Sensores de portas e janelas
Sensor de Portas e Janelas é dispositivo de segurança residencial do Starter Kit do Minibox wi-fi

Os sensores de portas e janelas ou tags são equipamentos capazes de detectar movimentação em entradas de casa e avisar de forma remota e real time, os usuários da automação por meio de notificações push em aparelhos mobile e wearables. Seu uso é indispensável para evitar invasões em casas e prédios.

Através de antena interna ou extensível, estes dispositivos contam com acelerômetros prontos para disparo de sinal de rádio à mínima atividade entre seus ímãs instalados entre portas e batentes. Uma vez cadastrados por meio de QR Code ou botão interno – por meio de wi-fi –, os dispositivos estarão prontos enviar mensagens de alerta aos moradores da casa automatizada.

A ativação da notificação push nem sempre é uma grande preocupação dos integradores, pois os melhores sistemas de automação residencial já fornecem aplicativos programados “de fábrica”.

Além disso, a utilização de sensores de portas e janelas é bastante prática para o integrador e usuário, pois fornece outras vantagens

  • Fácil instalação: o integrador instala os ímãs direto na entrada e batente, habilitando a comunicação entre central e o tag – necessário para gerar a comunicação por notificação push
  • Autonomia de energia: os dispositivos, em sua maioria, têm funcionamento a bateria com status monitorado através de aplicativo com comunicação com a central.
  • Configuração simplificada: os sensores de portas não possuem comandos difíceis para o usuário, em geral, habilitados apenas para acionamento ou desligamento.

Todos elas estão disponíveis no Sensor de Portas e Janelas do Minibox wi-fi, a nova solução de automação residencial sem fio da Neocontrol.

Interessado em se tornar um integrador e utilizar todas as soluções em segurança residencial? A Neocontrol fornece soluções sustentáveis e de alta tecnologia para projetos de redes cabeadas e wireless de qualquer complexidade.

Assine nossa newsletter e saiba mais sobre o mundo da automação residencial!


Empresa Beneficiada pela Lei de Informática nº 8248/91
Nossa Politica é : “Fornecer produtos que satisfaçam os requisitos dos clientes e do sistema de gestão da qualidade comprometidos com a sua melhoria contínua”.